CabeçalhoConteúdoNewsletterRodapé

Mercados por TradingView

Guide empresas: BRF divulga bons resultados, Vale retoma operações e mais

27 de fevereiro de 2024
Tempo de leitura: 5 min
Compartilhar
guide empresas

BRF (BRFS3): bons resultados, impulsionados por redução de custos

Vale (VAL33): retoma operações em Sossego e Onça Puma

Marcopolo (POMO4): levemente acima do esperado

Mercado Livre (MELI34): Ações caem com resultado abaixo do esperado, impactado por não recorrentes.

Nesta terça-feira (27/02), os destaques se voltam para:

BRF (BRFS3): bons resultados, impulsionados por redução de custos

A BRF divulgou bons resultados no 4T23 em função da queda no preço dos grãos, que reduziu os custos da empresa, e por conta da melhora nas operações no exterior. Além do lucro maior, a empresa conseguiu aumentar a geração de caixa em função da redução de estoques de produtos para venda e estoques de grãos.  Esperamos uma reação positiva no pregão de hoje.

A receita de R$ 14.426 ficou em linha com o esperado (-2% A/A). Os volumes ficaram estáveis A/A e os preços apresentaram leve queda (tabela abaixo). Do lado positivo, os preços mostraram recuperação sequencial (vs 3T23), tanto no Brasil quanto no exterior. Ou seja, além da redução dos custos, a BRF está se beneficiando da recuperação nos preços de seus produtos. O Ebitda de R$ 1.903 milhões (+76% A/A) ficou um pouco acima do esperado. Como já destacado, os custos vêm caindo bastante em função da queda nos preços dos grãos (milho e soja), o que contribuiu para a melhora nos resultados da BRF. Vale destacar que o preço do milho e da soja continuou caindo no 1T23, o que deve sustentar a melhora dos resultados por mais tempo: os custos por quilo da BRF diminuíram 9% A/A, explicando boa parte do aumento da margem Ebitda, que aumentou de 7% no 4T22 para 13% no 4T23. O lucro de R$ 754 milhões ficou bem acima do esperado e foi positivamente impactado pela redução das despesas financeiras.

Impacto: positivo. Esperamos uma reação positiva hoje em função dos números mais fortes que o esperado. Além disso, o aumento do fluxo de caixa indica que o indica que o endividamento está caindo rápido e o continuação na queda nos preços do milho e da soja indicam que os resultados devem continuar melhorando em 2024.

Vale (VAL33): retoma operações em Sossego e Onça Puma

A Vale anunciou ontem que obteve decisão liminar para retomar as operações em Sossego e Onça Puma. As operações nestas minas haviam sido suspensas na semana passada em função da suspensão das licenças pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) do Pará, onde as minas estão localizadas. A retomada das operações foi autorizada por decisão liminar na justiça comum.

Impacto: marginalmente positivo. Era provável que a Vale buscasse meios de retomar as operações, o que de fato ocorreu. Apesar da relevância destas duas operações, as ações da Vale não reagiram de forma negativa no dia em que as decisões de suspensão foram anunciadas, logo não esperamos uma reação positiva no pregão de hoje. A operação de Sossego representa cerca de 20% da produção de cobre da Vale. A produção de níquel de Onça Puma representa cerca de 10% da produção de níquel da Vale.

Marcopolo (POMO4): levemente acima do esperado

Hoje logo antes de abrir o mercado, a Marcopolo divulgou seu resultado referente ao quarto trimestre de 2023. Baixo apresento os destaques financeiros do trimestre e a evolução do EBTIDA e da Margem EBITDA:

No trimestre, a receita líquida consolidada atingiu R$ 2,05 bilhões. O crescimento da receita no 4T23 em relação ao 4T22 é resultado do aumento das vendas de rodoviários, tanto no Brasil quanto no exterior, com destaque para o aumento das vendas dos modelos G8. Além disso, houve uma melhoria no mix de vendas no Brasil, com uma maior participação de ônibus rodoviários de alto valor agregado.

No 4T23, o EBITDA atingiu R$ 287,5 milhões, representando uma margem de 14,0%. Isso é uma melhora em relação ao 4T22, quando o EBITDA foi de R$ 192,2 milhões com uma margem de 10,7%. A melhora no EBITDA foi impulsionada por um ambiente de mercado mais favorável, com um mix de vendas melhorado devido ao aumento de volumes de produtos de alto valor agregado, principalmente no segmento rodoviário, e pela recuperação dos resultados das operações controladas no exterior. No entanto, o EBITDA foi negativamente impactado pelo resultado da afiliada canadense NFI (R$ 16,0 milhões), provisões trabalhistas e, de forma não recorrente, pela constituição de uma provisão para devedores duvidosos de R$ 16,2 milhões, associada ao programa Caminho da Escola.

Impacto: marginalmente positivo. A companhia teve um bom desempenho nas vendas o que resultou em receitas levemente acima do esperado. Contudo, o EBITDA veio abaixo do esperado por conta de efeitos não recorrentes. O lucro líquido superou as estimativas.

Mercado Livre (MELI34): Ações caem com resultado abaixo do esperado, impactado por não recorrentes.

Em termos de crescimento, a companhia entregou números saudáveis nos segmentos de E-commerce e Fintech. Contudo, uma série de efeitos não recorrentes pesaram sobre o resultado, levando a um lucro líquido reportado significativamente abaixo do consenso de mercado (-55% vs. Consenso).

No E-Commerce, a companhia apresentou forte crescimento do GMV, totalizando US$13bi (+40% A/A), combinado com um aumento do take rate para 18.3% (+1 p.p. A/A), devido à maior representatividade do 1P e da receita de Ads. No Mercado Pago, o TPV atingiu US$56bi (+57% A/A), enquanto o fintech take-rate apresentou leve queda para 3.2% (-0.5 p.p. A/A), em linha com a estratégia da companhia de oferecer melhores condições comerciais visando a atrair novos lojistas para a plataforma. No Mercado Crédito, a companhia seguiu expandindo sua carteira de crédito, atingindo US$4bi (+33% A/A), enquanto a inadimplência se manteve em níveis controlados. Sendo assim, a companhia reportou uma receita líquida de US$4.7bi (+42% A/A), em linha com o esperado.

Todavia, a companhia sofreu com alguns efeitos não recorrentes, que impactaram negativamente seu resultado, sendo eles: (i) pagamento retroativo do DIFAL no valor de US$31mi; (ii) provisão de US$58mi relacionada a processos judiciais; (iii) provisão de US$320mi relacionada a processos judiciais sobre a tributação de imposto de renda sobre pagamentos das subsidiárias brasileiras para a subsidiária argentina pela prestação de serviços, com o risco de perda do caso sendo classificado como provável; e (iv) perdas cambiais de US$107mi, devido à desvalorização do peso argentino. Diante disso, a companhia reportou um lucro líquido de US$165mi (0% A/A e -55% vs. Consenso).

[IN-CONTENT] ABRA SUA CONTA [NOVO] - NORMAL - END
Compartilhar artigo

Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.

Baixe agora o E-book Como declarar investimentos no Imposto de Renda 2024?

Enviando...

Veja também

Fique por dentro

Assine a nossa newsletter semanal

e não perca nenhuma novidade do nosso portal gratuito e da área de assinante com conteúdo exclusivo!

/ Enviando...